domingo, 30 de março de 2008

Fim de semana em Maceió - post comprido mais diversificado.


Esta sou eu lendo a edição da revista Viagem deste mês sobre a cidade de Maceió, e num acesso de loucura, eu e o Frederico resolvemos pegar o carro e bater 3 horas de viagem de Recife até lá no fim de semana (na BR 101) para conhecer mais um pedacinho do Nordeste.

Na revista, além dos inúmeros pontos turísticos, tinha ainda muita indicação gastronômica, de lugares com ótima comida que "deveríamos" visitar. Como em dois dias não dá para conhecer tudo, tivemos que priorizar o que fosse, na nossa opinião, o mais legal.

Então vou contar aqui para vocês como foi o primeiro dia.
Resolvemos ir até a praia do Francês (muito conhecida em Maceió), que é uma parai normal, águas tranquilas (muita alga) e várias barracas tipo restaurante com guarda-sol na praia (não estava muito cheia pois agora por aqui já é baixa temporada).



Este é o cardapio padrão daqui do Nordeste...risos...cardápio vivo eles chamam.

Então comecei as degustações e chamo degustação pois experimentei muita coisa este fim de semana, começando por uma coisa que eu nunca tinha comido na vida...LAGOSTA.
Esta é a lagosta antes de ser preparada.


Depois de servida.


Gostei muito da lagosta, que foi preparada só na manteiga...não me matem aqueles apreciadores da boa comida como eu, mas achei bem parecido com peito de frango, só que mais molhadinho e mais suculento? Já tiveram esta impressão também?

É lógico que como toda cidade de praia, aqui tem aquelas barraquinhas na beira da estrada que vendem doces caseiros típicos da região...nesta barraca da Marilucia achamos cocadas de todos os tipos, tinha cocada de jaca, de maracujá, de gioabada (que foi a que compramos) e mais vários outros tipos...olha a variedade.



Depois da praia estávamos com fome e no caminho para o hotel (já no fim da tarde) paramos numa barraca da orla de Maceió chamada Lopana e indicada pela revista como uma das melhores para comer alguma coisa.



Pedimos um prato chamado provoleta que nos surpreendeu pelo sabor. Era um pedaço grande de provolone derretido na chapa, polvilhado com parmesão e servido com torradinhas de pão sírio...tudo quentinho.



Quanta comilança...não quero nem saber quanto estou pesando...ai...
E você pensa que acabou por aqui o dia? NADA...depois da maratona, banho e uma soneca de 3 horas na pousada, trocamos de roupa e fomo a pé para um restaurante extremamente bem recomendado tanto pelas revistas que lemos, quanto pelo Guia Quatro Rodas...o Divina Gula.


O ambiente é muito agradável e serve comida típica mineira. Decoração rústica muito bonita, garçons super simpáticos e ficamos numa parte do restaurante chamada (Lá de Lá – leia-se lado de lá...risos) pois antes havia só o Divina Gula, depois foi ampliado e chamaram a parte ampliada de Outras Bandas (acho que é isso, não tenho certeza) e depois quando fizeram esta outra área climatizada foi chamada Lá de Lá.



Lá comemos um prato que tinha arroz, tutu de feijão (que vem com torresmo e um ovo frito em cima), carne de porco, lingüiça apimentada, banana a milanesa e couve...comida para um batalhão...fiquei até me sentindo mal quando sobrei e perguntei para o garçom o que faziam com a comida que sobrava...que me disse que eles doam a comida em boas condições para instituições de caridade e que a misturada é usada de comida para a criação...menos mal.



De sobremesa resolvi inovar e pedi um Sorvete de Tapioca, com calda de tangerina e crocante de coco queimado...estava divino, isso sem contar a apresentação do prato que era muito bonita...a foto não faz jus pois estava escuro e minha máquina não é uma Brastemp, mas é só para vocês verem.



E assim acabou o primeiro dia...exaustos, enfastiados e dormindo na cama da pousada para começar tudo de novo no segundo e último dia.
Te vejo amanhã.

Um comentário:

Fer Ayer disse...

Fotos lindas! A barraquinha de doces muito me interessa! rss Beijos
By Emília - 3/31/2008 2:02 AM

Fernanda que delícia de viagem essa não? Obrigado por ter partilhado connosco esses momentos tão bons. As fotos estão muito bonitas e as comidinhas maravilhosas... Adorei o sorvete, tão grande...
Essas barraquinhas de beira de praia são muito engraçadas.

Beijinhos
By Filipa - 3/31/2008 5:47 AM

Emilia...a barraquinha de doces é um pecado.

Filipa, comemos os quitutes que mandou lá no barco o Rio São Francico...viu como os quitutes passearam?
Beijos
By Fernanda Pereira - 3/31/2008 8:04 AM

Por tudo acho que valeu essa viagem...
By carlinhos - 3/31/2008 4:04 PM

Por tudo o que vc sabe...valeu mesmo...desestressou...e boa comida sempre é bom né?
By Fernanda Pereira - 3/31/2008 4:52 PM