domingo, 25 de dezembro de 2011

Rabanada assada com nozes


Sempre foi uma tradição da minha avó (a responsável pelo nome do blog), fazer rabanadas no Natal para todos os filhos levarem para casa e sempre amei as rabanadas dela. Se eu fechar meus olhos, posso sentir o cheiro, a textura e até o gosto daquela delícia.
Depois que minha avó se foi, todo ano, minha mãe falava das rabanadas dela quando chegava esta época, mas eu não fazia, primeiro porque era muita responsabilidade, tentar fazer para alguém uma coisa que ela gostasse tanto e tinha estas lembranças junto, e segundo porque meus pais já não podem mais comer frituras como antes e a rabanada era bem pesada.
Então este ano resolvi procurar uma receita que fosse mais light e que ao mesmo tempo fosse gostosa, mas não igual a da minha avó, para minha mãe poder curtir de um jeito diferente.


Achei a receita e resolvi fazer o café da manhã natalino aqui em casa pros meus pais, minha filha, namorado e a cumadre...foi especial.

Rabanada assada com nozes:

2 baquetes de pão amanhecido
1/2 xícara de nozes picadas
2 xícaras (chá) de leite
4 ovos
70 g de açúcar
2 colher (café) de canela
2 colher (chá) de essência de baunilha
manteiga


Unte uma assadeira, coloque as fatias de pão e espalhe as nozes picadas por cima.



Bata o leite, os ovos, o açúcar, a canela e a baunilha e verta sobre as fatias de pão, de modo a ficar uniformemente umedecidas, pressionando com uma colher. Coloque pedacinhos de manteiga, cubra com papel-alumínio e pode deixar durante a noite na geladeira.


Preaqueça o forno a 180°. Retire o papel-alumínio e asse por 20 minutos, até começar a dourar. Cubra com o papel-alumínio e asse mais 5-10 minutos até ficar levemente crocante.

Polvilhe uma mistura de açúcar e canela por cima e eu enfeitei tb com algumas frutas secas.

FELIZ NATAL!!!!!!!!!!!!!!!!!!

4 comentários:

Teresa Newman Medeiros disse...

há pouco estava comentando que faltou rabanada no meu natal, adoro!

Fer Ayer disse...

E esta fica muito especial Teresa...

Ana Flávia disse...

Muito bom Fe, vou tentar fazer aqui em casa. Rabanadas também me lembram bastante minha mami, mas as frituras me incomodavam um pouco. Na próxima oportunidade irei fazer e posto os resultados, ok?

Fer Ayer disse...

Me conta sim Ana Flavia...vou adorar saber o resultado.