sábado, 25 de fevereiro de 2012

Doce de banana, creme e suspiro da Carla Pernambuco para a Carol


Eu tenho uma amiga chamada Carol, que já foi citada aqui algumas vezes antes. Ela chega na minha casa no carnaval e me fala "tô com tanta vontade de comer um doce daqueles que tem banana embaixo e suspiro em cima sabe?"
Pronto...a danada da receita táva ali marcada no livro da Carla Pernambuco há um tempão, esperando alguém para comer...daí não tive escolha...risos.

Preciso fazer um comentário...que espécie de receita pede meia lata de leite condensado e deixa a gente com aquela outra metade da lata na geladeira todo dia te olhando até você devorar a danada? Que sacanagem...kkk

Creme:
500ml de leite
15 g de manteiga
100g de açúcar
80g de gemas (umas 4 ou 5 gemas)
40g de amido de milho (eu achei que o creme ficou um pouco duro, se fosse você reduziria o amido um pouco)
1/2 lata de leite condensado.

Ferva o leite com a manteiga, o leite condensado e a metade do açúcar. Bata o açúcar restante com a gema e o amido de milho numa tigela. Despeje metade do leite fervido nas gemas batidas, misture tudo e volte a mistura pra panela, misturando até engrossar. Retire do fogo.



10 bananas-nanicas
4 claras (das gemas que vc usou)
1 pitada de sal
2 e 1/2 xícaras de açúcar
1 xícara de água
1 colher de café de canela

Em um pirex refratário arrume as bananas descascadas. Misture 1/2 xícara de açúcar com a canela e polvilhe sobre as bananas. Leve ao forno preaquecido a 180 graus por cerca de 10 minutos para as bananas murcharem.
Retire do forno e espalhe o creme sobre as bananas.
Deixe esfriar.
Enquanto isso junte 2 xícaras de açúcar e uma xícara de água e leve ao fogo para fazer uma calda em ponto de fio brando.
Na batedeira bata as claras em neve com uma pitada de sal e, quando a calda estiver pronta, coloque a batedeira em velocidade lenta e vá acrescentando a calda aos poucos. Continue batendo até o merengue amornar (você deve conseguir colocar a mão na tigela da batedeira e ela estar quase fria - cerca de 20 minutos batendo). Espalhe o merengue sobre o creme e leve ao forno alto (200 graus) até dourar.
Resfrie e sirva.

A melhor parte é sua filha de 9 anos chegar em casa, olhar o doce e fazer uma cara de espanto achando ele lindo como se fosse uma Polly!!! Não tem preço.
O efeito do merengue assado é muito bonito.


Nenhum comentário: