domingo, 30 de setembro de 2012

O doce de goiaba que virou bolo e a Martha Medeiros

Acabei hoje de ler um livro da Martha Medeiros chamado "Feliz por Nada" e nele encontrei em algumas crônicas uma simplicidade de pensamentos e de modo de vida que é a simplicidade que eu tento cultivar e que quero pra minha vida, e por isso em vários momentos da leitura me peguei rindo alto em lugares públicos, ou por me reconhecer em várias situações ou por me imaginar em outras muito possíveis de acontecer.
Tem muitos pensamentos que me marcaram e tentei até citar algum aqui, mas se tirasse um pedaço to texto, ele já não teria a mesma graça do texto inteiro, então recomendo mil vezes...leiam.




E falando em simplicidade, andava meio cansada da minha cozinha, não porque não gostava mais de cozinhar, mas porque esta "moda" que pegou agora de todo mundo querer ser chef de cozinha e ser melhor que o outro, e fazer receitas mais difíceis pra mostrar do que é capaz...afe...isso me cansou.
Eu gosto do simples...lembra?
Gosto de cozinhar coisas simples, para os paladares da minha casa, para os ingredientes restantes da minha despensa, para criar.
É claro que como todo mundo de vez em quando me arrisco numa super sofisticada receita pra me desafiar...mas isso não é rotina...é exceção.
Então eu tinha um vidro de doce de goiaba que eu trouxe da minha visita lá na Vagafogo, e quando minha mãe experimentou na hora já disse que estava muito doce para o paladar dela.
Lá vou eu com o vidro pra casa pensando: "Ou eu faço alguma coisa com este doce agora que já abri, ou vai estragar. E o que vou fazer que não fique muito doce?"
Claro que peguei uma receita básica, mudei uma coisa aqui, outra ali, e usei o doce pra fazer um bolo delicioso que não durou 24 horas.




Ingredientes:

2 xícaras do doce de goiaba batido no processador com a calda até virar um purê
4/3 de xícara de açúcar
2 ovos batido
2/3 de xícara de óleo
2 colher de chá de bicarbonato de sódio
2 colher de chá de fermento em pó
1/2 xícara de farinha de amêndoa (amêndoas trituradas no processador)
3 xícaras de farinha de trigo

Misture: o purê de goiaba, óleo, açúcar e o ovo em uma vasilha e reserve.
Em outra vasilha misture: farinha, fermento e bicarbonato peneirados e a farinha de amêndoa sem peneirar.


Depois junte uma mistura na outra até incorporar.


Usei uma fôrma redonda com fundo removível, untada e deixei assar até dourar e estar completamente assado por dentro.


Nenhum comentário: