segunda-feira, 19 de janeiro de 2015

Minha torta de desenho animado e meu desafio de janeiro.



Eu tenho um board no meu Pinterest só com fotos de receitas que eu gostaria de fazer um dia. Tem coisas lá que acho que nunca vou conseguir, mas uma delas era esta torta de "desenho animado". Chamo ela assim porque é aquela torta que você via o pica-pau flutuar sentindo o cheiro dela, ou do Garfield, do Catatau. Não interessa qual desenho você gostava na sua infância, os antigos sempre tinham uma torta destas com as tirinhas transpassadas por cima. E além de ser uma graça, parecia tão gostoso. 

Daí nas minhas metas mensais de 2015 resolvi colocar um desafio gastronômico, e escolhi esta torta como o desafio de janeiro.
Não foi fácil achar uma receita confiável de massa (tanto que tive que adaptá-la no olho quando fiz) e o recheio também fiz por minha conta.
Só por Deus ela ficou perfeita e eu fiquei feliz.

Vou explicar aqui o que fiz com a massa e você pode reproduzir, já o recheio fiz de acordo com a sazonalidade de janeiro com as ameixas (veja sobre este assunto aqui neste post do meu outro blog), mas você pode fazer com qualquer fruta que não solte muita água. Pois o recheio muito líquido exigiria que você colocasse maisena pra não deixar a massa do fundo da torta mole e sem assar direito.



Massa:
430g de farinha de trigo (e quanto mais baste pra dar o ponto)
280g de manteiga sem sal bem gelada cortada em cubinhos
150ml de água gelada
1 pitada de sal

Na verdade eu coloquei tudo isso em um processador e fui pulsando aos poucos até estar tudo misturado, fica bem grudento ainda. Daí passei tudo pra uma tigela, misturei mais com as mãos e acrescentei mais um pouco de farinha de trigo até conseguir fazer uma bola de massa sem grudar nas mãos, mas ainda bem macia. Enrolei esta massa no filme plástico e devolvi pra geladeira por meia hora.

Recheio:


Comprei cerca de 10 ameixas desta da foto acima bem grandes e piquei em cubos. Levei ao fogo com açúcar demerara, suco de um limão e as raspas do limão. Coloquei açúcar suficiente pra fazer uma geléia que recheasse toda a torta e ficasse mais espessa (não pode ficar muito mole). Deixei ferver até as ameixas começarem a desmanchar mas ainda ficar uns pedacinhos e reduzir um pouco o líquido. Fiz um dia antes e deixei na geladeira pra encorpar.

Depois e meia hora da massa na geladeira, enfarinhai uma bancada de pedra e abri 2/3 da massa com o rolo. Ela é bem grudenta mesmo, então dá um pouco de trabalho. Com ela um pouco mais aberta, coloquei na forma e fui apertando com os dedos do centro para as laterais pra cobrir toda a forma.
Espalhei o recheio por cima e com o 1/3 de massa restantes eu fiz tirinhas com o cortador de pastel e fui colocando por cima e apertando nas laterais pra fazer o acabamento e tirar os restos de massa.

Depois pincelei a massa com uma gema de ovo e polvilhei açúcar por cima do ovo pra dar um brilho e um docinho nela.

Assei até dourar a massa e você pode servir quente com sorvete ou em temperatura ambiente que também é deliciosa.

Desafio culinário de janeiro - check. E que venha fevereiro!!!!


Nenhum comentário: