segunda-feira, 19 de janeiro de 2015

Minha torta de desenho animado e meu desafio de janeiro.



Eu tenho um board no meu Pinterest só com fotos de receitas que eu gostaria de fazer um dia. Tem coisas lá que acho que nunca vou conseguir, mas uma delas era esta torta de "desenho animado". Chamo ela assim porque é aquela torta que você via o pica-pau flutuar sentindo o cheiro dela, ou do Garfield, do Catatau. Não interessa qual desenho você gostava na sua infância, os antigos sempre tinham uma torta destas com as tirinhas transpassadas por cima. E além de ser uma graça, parecia tão gostoso. 

Daí nas minhas metas mensais de 2015 resolvi colocar um desafio gastronômico, e escolhi esta torta como o desafio de janeiro.
Não foi fácil achar uma receita confiável de massa (tanto que tive que adaptá-la no olho quando fiz) e o recheio também fiz por minha conta.
Só por Deus ela ficou perfeita e eu fiquei feliz.

Vou explicar aqui o que fiz com a massa e você pode reproduzir, já o recheio fiz de acordo com a sazonalidade de janeiro com as ameixas (veja sobre este assunto aqui neste post do meu outro blog), mas você pode fazer com qualquer fruta que não solte muita água. Pois o recheio muito líquido exigiria que você colocasse maisena pra não deixar a massa do fundo da torta mole e sem assar direito.



Massa:
430g de farinha de trigo (e quanto mais baste pra dar o ponto)
280g de manteiga sem sal bem gelada cortada em cubinhos
150ml de água gelada
1 pitada de sal

Na verdade eu coloquei tudo isso em um processador e fui pulsando aos poucos até estar tudo misturado, fica bem grudento ainda. Daí passei tudo pra uma tigela, misturei mais com as mãos e acrescentei mais um pouco de farinha de trigo até conseguir fazer uma bola de massa sem grudar nas mãos, mas ainda bem macia. Enrolei esta massa no filme plástico e devolvi pra geladeira por meia hora.

Recheio:


Comprei cerca de 10 ameixas desta da foto acima bem grandes e piquei em cubos. Levei ao fogo com açúcar demerara, suco de um limão e as raspas do limão. Coloquei açúcar suficiente pra fazer uma geléia que recheasse toda a torta e ficasse mais espessa (não pode ficar muito mole). Deixei ferver até as ameixas começarem a desmanchar mas ainda ficar uns pedacinhos e reduzir um pouco o líquido. Fiz um dia antes e deixei na geladeira pra encorpar.

Depois e meia hora da massa na geladeira, enfarinhai uma bancada de pedra e abri 2/3 da massa com o rolo. Ela é bem grudenta mesmo, então dá um pouco de trabalho. Com ela um pouco mais aberta, coloquei na forma e fui apertando com os dedos do centro para as laterais pra cobrir toda a forma.
Espalhei o recheio por cima e com o 1/3 de massa restantes eu fiz tirinhas com o cortador de pastel e fui colocando por cima e apertando nas laterais pra fazer o acabamento e tirar os restos de massa.

Depois pincelei a massa com uma gema de ovo e polvilhei açúcar por cima do ovo pra dar um brilho e um docinho nela.

Assei até dourar a massa e você pode servir quente com sorvete ou em temperatura ambiente que também é deliciosa.

Desafio culinário de janeiro - check. E que venha fevereiro!!!!


domingo, 4 de janeiro de 2015

Cheesecake de limão com merengue e eu me achando demais!




O título é bobinho mas é verdade gente, sempre gostei de cozinhar como todos podem perceber não é? Mas fazer um doce perfeito, na minha opinião, é mil vezes melhor do que fazer um belo macarrão ou um risoto dos deuses, porque o doce "perfeito" é lindo, dá gosto de fotografar, de mostrar no blog, não sei explicar.
Coisas de quem gosta mesmo é de fazer coisa bonita além de gostosa.
Por isso o título bobinho, fiquei me achando tão demais que refiz a receita no Natal uma semana depois pra ter certeza de que não tinha tido só sorte da primeira vez, kkk.
Daí um dia destes estava lembrando da minha visita na Cheesecake Factory há anos atrás e deu uma vontadinha...
Entrei no app da Philadelphia (se chama Cozinhaterapia) e vi esta receita e resolvi arriscar, apesar de achar que ela estava com problemas.
E estava mesmo, mas alguém lá em cima me iluminou a cabeça e consegui resolver tudo e fazer este doce lindíssimo e muito, mas muito gostoso de verdade.
Para quem for usar o app deles já aviso, os tempos de forno estavam bem errados e não testei ainda mais nenhuma receita, então fiquem de olho ok?

Vamos aos ingredientes.

Base:
140 g de manteiga derretida
200g de biscoito de leite (eu usei biscoito de maisena e o resultado foi ótimo)

Creme:
500g de Cream Cheese
150g de açúcar
2 potes de iogurte natural
3 ovos inteiros
suco de 1 limão (eu coloquei 2 e ficou perfeito, um só iria ficar sem sabor nenhum)

Merengue:
150g de açúcar
3 claras
raspas dos dois limões do creme


Preparo:
Para a base basta bater os biscoitos no processador até virar uma farofa lisinha e depois adicionar a manteiga derretida até misturar. Daí você vira esta farofa em uma forma de aro removível e vai pressionando tudo no fundo até ficar homogêneo.

Depois vá para a batedeira e coloque todos os ingredientes do creme e bata até ficar um creme bem fofo e uniforme. (Eu bati os ovos e o açúcar primeiro, como em bolos, e depois fui colocando o resto aos poucos e o suco de limão por último). Despeje o creme batido por cima da base e leve a forma ao forno pré-aquecido a 180 graus.

Aqui estava o ERRO da receita. Mandava ficar no forno só por 30 minutos, mas neste tempo o creme ainda está completamente mole e daí quando fosse desenformar iria desmontar todo.
Deixei o dobro deste tempo e fui olhando até ver que o centro do creme já estava firme e corado nas laterais. Daí sim tirei do forno, esperei esfriar bem e coloquei na geladeira até gelar completamente.

Quando estiver gelado começamos a fazer o merengue.
Na batedeira de novo batas as claras em neve e vá juntando o açúcar aos poucos até dar o ponto de suspiro. Quando deu o ponto espalhei o suspiro por cima do cheesecake gelado, tomando cuidado pra não encostar nas laterais da forma, senão quando fosse desenformar iria estragar o suspiro que ia grudar.
Levei a forma de novo ao forno pré-aquecido, desta vez  a 220 graus só por uns 10 minutos para que doure as pontas do suspiro.
Vou ser bem honesta, eu achei que dourou pouco e o efeito não era como eu queria, então usei meu maçarico culinário e dei uns retoques onde quis depois.
Por fim espalhe as raspas de limão por cima do cheesecake e desenforme, e voilá. 

Chique e gostoso demais.
Tenta fazer aí e depois me conta seu resultado ok?